TREINADORES

SEJD – SECRETARIA DE ESTADO DA JUVENTUDE E DESPORTO

SEJD – SECRETARIA DE ESTADO DA JUVENTUDE E DESPORTO

IPDJ – INSTITUTO PORTUGUÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

IPDJ – INSTITUTO PORTUGUÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

CIDADE DO TREINADOR

CIDADE DO TREINADOR

ICCE – INTERNACIONAL COUNCIL FOR COACHING EXCELLENCE

ICCE – INTERNACIONAL COUNCIL FOR COACHING EXCELLENCE

O Treinador

vídeo sobre o panorama do Treinador como classe

As Treinadoras

vídeo sobre a particularidade da mulher treinadora

Noticias


Audição Pública sobre Alterações Legislativas Treinadores

Audição Pública sobre Alterações Legislativas Treinadores

Pedro Sequeira, Presidente da Confederação de Treinadores de Portugal interviu no passado 12 de fevereiro de 2019 na Audição Pública sobre Alterações Legislativas na Área do Desporto (Treinadores) na Assembleia da República.

Pedro Sequeira defendeu as ideias concertadas com as Associações de Treinadores associadas da Confederação de Treinadores de Portugal (expressas no documento enviado à Assembleia da República e que pode consultar aqui) relativas à revisão da Lei n.º 40/2012 e presentes nas PROPOSTA DE LEI N.º 146/XIII/3.ª (GOV) que Altera o regime de acesso e exercício da atividade de treinador de desporto.

Esta iniciativa, do Grupo de Trabalho do Desporto da Comissão Parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, pretende levar a cabo uma reflexão sobre o regime jurídico dos treinadores de desporto com a participação de todas as entidades do setor relacionadas com o tema.

Continue a leitura


Curso online gratuito para atletas e ex-atletas

Curso online gratuito para atletas e ex-atletas

Lançamento do curso gratuito dirigido a atletas e ex-atletas:
MOOC (Massive Online Open Course) do projeto GOAL "Gamified and Online Activities for Learning to support dual career of athletes" já está disponível! Este é um curso elaborado no âmbito de um projeto Erasmus+, que conta com a participação do Sindicato dos Jogadores.

Continue a leitura


Confederação de Treinadores diz que nova lei vai reduzir problemas com licenças

Confederação de Treinadores diz que nova lei vai reduzir problemas com licenças

ENTREVISTA REALIZADA PELA LUSA A PEDRO SEQUEIRA, PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÁO DE TREINDORES DE PORTUGAL

Lusa logo

24-01-2019 19:25

Redação, 24 jan (Lusa) – O presidente da Confederação de Treinadores de Portugal, Pedro Sequeira, disse hoje que a nova lei sobre a certificação e formação de treinadores de desporto vai reduzir os problemas com licenças que têm vindo a público.

Segundo Pedro Sequeira, a proposta de lei 146/XIII, que poderá ser aprovada “neste primeiro trimestre” de 2019, poderá aproximar a legislação da realidade de muitas modalidades em Portugal, perante casos de treinadores multados ou suspensos por falta de certificação, explicou à Lusa.

O dirigente recordou a lei n.º40/2012, atualmente me vigor, que especifica a atividade de treinador como alguém habilitado, uma medida de “valor incalculável”, que inclui ainda a questão de fiscalização do seu cumprimento por parte das federações desportivas.

“Há duas coisas que temos de separar. Uma coisa é a legislação, e outra são os regulamentos das federações desportivas para exigir o cumprimento da primeira. (...) A legislação é uma luta de mais de 20 anos, e é o reconhecimento da profissão”, referiu.

A falta de informação acaba por levar a casos em que treinadores são punidos, em situações que “podiam ser resolvidas de outra forma”, embora o treinador tenha a responsabilidade de “saber aquilo que faz”.

Questionado pela Lusa sobre a aplicação da lei à realidade desportiva, o dirigente afirmou existir uma “desadequação”, que espera ver esbatida na nova legislação, nomeadamente no “espaço grande entre graus”, para chegar ao quarto e “topo da formação”, a renovação da licença ou as diferenças geográficas no acesso a formação.

“Um treinador do Pico ou de Castelo Branco tem de gastar mais dinheiro para ter acesso à formação obrigatória do que os treinadores dos grandes centros”, apontou.

Na perspetiva do presidente da Confederação, as federações devem trabalhar para “esclarecer” os técnicos, dando como exemplo o caso do antigo internacional Rúben Amorim, que acabou por abandonar o Casa Pia, do Campeonato de Portugal, após ter sido punido.

Se for aprovada, a alteração legislativa pode minimizar o número de casos nas várias modalidades, sendo que poderá passar a contemplar a “autonomia dos treinadores de grau 1”, que não existia antes e que penalizou Amorim já esta época desportiva, numa alteração que pode mudar “grande parte das questões” que têm sido criticadas.

“Quando a lei sair, se os treinadores e as associações não forem bem informados, corremos o risco de voltarem a surgir situações, por falta de informação. O Estado, através das federações, tem obrigação de não permitir que aconteça”, alertou.

Apesar de os casos negativos contribuírem para a descredibilização da profissão, porque “ninguém fica bem”, mas o maior reconhecimento pode dar “muito” aos treinadores das várias modalidades em Portugal, numa luta “para que o estatuto do treinador seja ainda mais completo”.

SIYF // NFO

Lusa/fim

Continue a leitura


Contactos

Secretariado
  • Email
    Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Morada

Rua Thomaz de Mello, 2B
2770-167 Paço d’Arcos

Comunicação

Carolina Mendonça
  • Email
    Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Powered by [dp]Soluções